terça-feira, 28 de outubro de 2008

Crisma 1. Os Sacramentos

Olá! No grupo de jovens com quem caminho, aqui em Gaia (podem sempre visitar-nos! gjovens.hi5.com) alguns dos nossos vão celebrar o seu Crisma, no próxima dia 16 de Novembro. Assim, eu combinei com eles que até lá, nas próximas 3 semanas, eu colocaria de vez em quando alguns posts sobre este Sacramento, para o compreendermos melhor; serão 7 textos:
1. Os Sacramentos: afinal o que são?
2. A Unção (é o significado da palavra Crisma) na Biblia
3. Jesus como o Ungido (que se diz Messias em hebraico e Cristo em grego)
4. O Baptismo (que significa mergulho) no Espírito Santo
5. A Vida Teologal: construirmos a nossa vida em comunhão com Deus
6. Formarmos Igreja, a Comunidade dos discípulos de Jesus
E o 7º é para o dia do Crisma, e será uma surpresa! (Entretanto vou pensando alguma coisa!)
Para vermos estes textos todos juntos, basta clicar na imagem que está aqui à esquerda onde diz Crisma. Boa caminhada!
Falar do Crisma, ou da Confirmação, é falar de um sacramento. Portanto, antes de avançarmos, comecemos por pensar o que é um sacramento e qual a sua importância para a nossa vida, enquanto pessoa e enquanto cristão.

O sacramento é uma celebração comunitária da fé. O Homem constrói-se na história, e cada pessoa tem a sua história, única, original e irrepetível. Do mesmo modo, cada pessoa tem a sua própria história de fé, que é um caminho de encontro e conhecimento com Deus. A fé é uma história.

Se, na nossa história pessoal, e mesmo nas suas múltiplas dimensões (profissional, social, familiar, etc.) temos determinados momentos marcantes, também a nossa história de fé é marcada por acontecimentos especiais. São os sacramentos.

São especiais porque devem possibilitar-nos um encontrocom Deus, no Espírito Santo. São celebrativos, porque festejam a experiência do Deus que aconteceu, acontece e continuará a acontecer na sua vida. De facto, o sacramento deve resultar de um passado rico em experiência de Deus e deve apontar para um futuro de confiança no Deus fiel. A sua linguagem é simbólica: apresenta ritos e sinais que nos apontam para o Seu Projecto.

Além disso, são celebrações comunitárias. Só faz sentido falar de Igreja se falarmos de comunidades. Esta é o contexto privilegiado de acção do Espírito Santo. E, se reflectirmos bem, descobriremos que, nos melhores momentos da nossa vida, estivemos sempre rodeados daqueles a quem amávamos e com quem estávamos unidos em algo comum (comum-unidade).

Mas o que é que significa a palavra sacramento?
Sacramento vem do latim e significa, literalmente, sinal. O sacramento é um sinal.

A Igreja é o conjunto de todos aqueles que têm a possibilidade de conhecer e experimentar o Amor de Deus e o Seu Projecto Salvador para toda a Humanidade. Aqueles que, nas suas vidas, podem saborear o jeito de ser, amar e de se relacionar de Deus.Ora, o Espírito Santo não tem nenhum altifalante com que se comunicar com o Homem. O Seu altifalante somos nós, que O escutamos. Precisa de mediações.

Tal como quando olho para um semáforo vermelho reconheço a obrigatoriedade de parar, quando olho para a Igreja, para as suas comunidades, para todos aqueles que a formam, devo reconhecer o Deus-Comunidade de Amor. Claro, de modo imperfeito, progressivo, até chegar o dia em que O conhecerei de modo perfeito (1Cor 13, 12). Por isso devemos assumir-nos como Igreja de modo sacramental: mediações de encontro com Deus.

Aqui reside a importância dos sacramentos: serem momentos privilegiados em que nos encontramos com o nosso Deus e vivermos ao Seu jeito. É a vida teologal: que brota de Deus, da acção do Seu Espírito Santo. Esta acontece em contexto comunitário de escuta da Palavra, do Deus que se revela, de oração na intimidade com o Deus que Se deixa tratar por tu, e de celebração, proclamação do Seu Amor infinito e pleno. Para, por fim, se transformar em comunidade de missão, de testemunho.
Os sacramentos são, para a comunidade, o que esta é para o mundo: mediações de encontro com Deus.

No Novo Testamento, só temos abordados, explicitamente, dois sacramentos: o do Baptismo dos discípulos de Jesus, e a Eucaristia ou Fracção do Pão (Act 8, 13; 16, 33; 2, 42; 20, 7). Ao longo da história, a Igreja foi consagrando outros cinco sacramentos: a Confirmação, a Reconciliação, o Matrimónio, a Ordem e a Unção dos Enfermos.

um grande abraço!

12 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns pela maneiraadulta como pegas no tema dos sacramentos.
Calmeiro Matias

marina disse...

PARABÈNS...
Graças pela tua vida...e pelo constante crescimento que fazemos contigo!
Como é bom «crescermos» com aqueles que sabem o verdadeiro significado do «Amor»!
Que este dia, e todos os outros que ainda virão, sejam repletos de momentos plenos de felicidade, na companhia daqueles que Amas e que te Amam!
Beijinhos Muito Grandes desta Amiga!

Mila disse...

Obrigada Rui Pedro, isto vem mesmo a calhar para mim. O meu filho também vai celebrar o seu Crisma e eu com a tua ajuda vou perceber melhor o que significa este Sacramento.


MUITOS PARABÉNS RUI PEDRO E TUDO DE BOOOOOOOOOOM PARA TI!

UM GRANDE ABRAÇO
Mila e familia

Anónimo disse...

PARABÉNS, Rui Pedro!
Hoje quero agracecer-te pelo que nos tens dado... pela forma como te tens dado... quero dizer-te que és importante para nós.
Um dia muito muito lindo para ti.
Beijinhos,
Célia

Anónimo disse...

Rui Pedro, um dia Feliz, continua a transmitir Boas Noticias,
Um beijo Grande da Patricia, Catarina e Elsa.
PARABÉNS

Anónimo disse...

Muitos parabéns!!!!
Um bom dia de anos.

Beijinhos grandes da Francisca do Rui Pedro, Carla e Acacio.

Marianinha e Inesita disse...

Parabéns Rui Pedro!!!
Desejamos-te um dia muito feliz!
Muitos beijinhos destas tuas e sempre amiguinhas!

Rui Pedro disse...

Muito obrigado, amigos, pelas partilhas que me deixam por aqui! Está a ser mesmo um dia muito bom, muito obrigado. Um grande abraço a todos!

Anónimo disse...

Um abraço, Rui Pedro! Dou Graças a Deus por ti e pela tua vida. Maria Santiago

Luís Sousa disse...

o dia está a chegar ao seu fim mas n podia deixar de vir aqui dar-te os meus parabens e agradecer a Deus o Dom da tua Vida.
muito crescemos e muito me tens ajudado a crescer com as tuas partilhas, testemunhos, e experiencias...

obrigado Rui Pedro por deixares Deus ser atraves de ti.

grande abraço Amigo

figlo disse...

Rui Pedro , mal te conhecemos, mas já és importante para nós. Hoje já é dia 30, mas o nosso dia foi muito, muito comprido, especialmente em kilómetros, mas não quisemos encerrá-lo sem passar aqui a dar-te os parabens...
Glória e Carlos Figueiredo

Anawîm disse...

ups... será que ainda chego a tempo de te dar os parabéns...?

Que o nosso Deus bom, pelos traços do rosto de Jesus, seja o que mais te faça viver encantado com esta vida que é feliz quando nela estabelecemos laços fortes de comunhão... a caminho de uma vida cada vez mais plena, com tantos "nascimentos" e renascimentos pelo meio

um abraço grande para ti