terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

no Princípio...


A quantos o receberam,
aos que nele crêem,
deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus.
Estes não nasceram de laços de sangue,
nem de um impulso da carne,
nem da vontade de um homem,
mas sim de Deus.
E a Palavra fez-se Homem
e veio habitar connosco.
E nós contemplámos a sua glória,
a glória que possui como Filho Unigénito do Pai,
cheio de graça e de verdade.
(Jo 1, 12-14)

És a Palavra do Abbá, Jesus, Mestre…
Sim, és a sua Palavra, a Palavra dita pronunciada
Antes do tempo ser tempo,
Antes da história ser história.

És a Palavra, Mestre…
A sua definitiva e plena Palavra de Amor,
Dita e pronunciada pelo Abbá,
Na Graça derramada como abraço à Criação.

És a Palavra…
Em ti é pronunciada a Palavra plena,
Na qual se realiza, como Palavra fecundante,
A nossa geração, renascimento como Filhos de Deus.

A Palavra…
E nós contemplamos, Mestre…
Contemplamos o teu Rosto, a tua Glória,
A beleza desse Seio filial no regaço do Abba.

No Princípio…
Como Cabeça à qual unidos,
Todos caminhamos no mesmo Corpo,
Este Adam ferido e frágil,
Este Adam chamado, curado e beijado no Espírito.

No Princípio,
és sempre Tu…

6 comentários:

Anónimo disse...

OBRIGADO PELA SABEDORIA DESTE POST!

verinha:) disse...

"No Princípio…
Como Cabeça à qual unidos,
Todos caminhamos no mesmo Corpo,
Este Adam ferido e frágil,
Este Adam chamado, curado e beijado no Espírito."


..Uuuoohhhh... Mais palavras para quê??
Muito Obrigada pela partilha*

verinha:) disse...

"No Princípio…
Como Cabeça à qual unidos,
Todos caminhamos no mesmo Corpo,
Este Adam ferido e frágil,
Este Adam chamado, curado e beijado no Espírito."


..Uuuoohhhh... Mais palavras para quê??
Muito Obrigada pela partilha*

Vasquinho das Couves disse...

Mister!!! Vê lá se escreves aqui, mais ou menos aquilo que disseste tão bem, na passada quarta-feira.
Aceita o desafio e todos os que lerem serão mais "ricos".

Abraço

Rui Pedro disse...

é pá, tens razão Vasco, tenho mesmo de o fazer. Sabes, isto é um pouco por fases... Mas vai sair alguma coisa.
Grande abraço

Anónimo disse...

ohhh...
e já agora... aquela oração deliciosa do início da eucaristia de ontem
podias partilhá-la aqui?
adorei!...
pode ser, Rui Pedro?

Abraço grande para ti!