segunda-feira, 10 de março de 2008

Desperta...

Desperta, ó tu que dormes,
Levanta-te da morte,
E Cristo será a tua luz
(Ef 5, 14)

Nunca deixes de proclamar
A Boa Notícia que há em ti!
Nunca deixes de o fazer!
Não ligues às mil e uma vozes do Homem Velho,
Que dentro e fora de ti
Te querem impedir de cantar.

Nunca deixes de cantar!
Nunca deixes de cantar
Uma Boa-Notícia que é maior que o teu coração,
Uma Boa-Noticia que inunda de Luz todo o teu corpo,
Uma Boa-Notícia que te impele,
Ao saberes que Um morreu por todos, e por ti,
Para que todos, a começar por ti,
Ganhem da sua vida.

Nunca deixes de o cantar!
Nunca deixes de cantar aquela Luz
Que irrompeu nas trevas daquela Sexta-Feira,
Aquela Luz que despertou os discípulos ao Terceiro Dia
Do sono da desilusão, do desespero, da morte,
Aquela Luz de Vida Nova
Que desceu a proclamar o Evangelho
A toda a Humanidade que a aguardava na vigília da noite…

Desperta! Levanta-te! Renasce…
Renasce para cantares no meio da Assembleia
A Boa-Nova da Plenitude dos Tempos…
Renasce, acorda sob a Voz e a Luz
Daquele que te chamou da tua vida
Para viveres na dinâmica da Vida Nova.

Ressuscita…
Sim, ressuscita,
Abre-te a todo o poder e força
Do Espírito da Força e da Verdade,
Sim, o Espírito que ressuscitou
O Fiél dos mortos, o Homem Novo,
Gerando-o e constituindo-o para ti,
A Páscoa da Nova e Eterna Aliança.

Sim, a Nova e Eterna Aliança…
Nunca deixes de a cantar e proclamar,
Entoando salmos, hinos e cânticos inspirados,
Dando Graças em tudo,
Sim, até nesses momentos,
Ao teu Abbá da Vida…

E fá-lo unido ao teu Senhor,
Aquele que te chamou, que te brilhou,
E na sua Luz e na sua Palavra
Te despertou para a Vida Nova…
Sim, esse Senhor, o Ressuscitado,
O Senhor e Mestre da tua vida,
Que te faz cantar o Canto do Homem Novo…
um grande abraço

3 comentários:

MILA disse...

Rui Pedro, todos os dias venho aqui espreitar na espectativa de encontrar novidades e fiquei muito contente por hoje encontrar.
Acho que veio mesmo a calhar este texto para poder partilhar uma coisa linda, que aconteceu ontem com os catequistas da adolescência de S.Ovídio.
Eles quizeram partilhar a BOA NOTÍCIA de JESUS com nós pais e filhos e então quando fomos chegando comessamos a pensar que não iamos caber naquela sala que já estava preparada para nós, reparei no rosto das catequistas como estavam radiantes e emocionadas porque a adesão foi de tal ordem que foi muito além das espectativas, as pessoas lá se acomodaram: umas de pé,outras de cocras, outras em cima das mesas, não havia mais cadeiras nem espaço para mais nada.Não imaginas como num espaço tão restrito coube tanta gente.
Ouve quem comentasse que parecia o Milagre da Partilha dos Pães, também comentaram que JESUS estava por ali a passear entre nós.Foi lindo!!!
Bem... mas isto foi só o começo, porque depois de nos termos acomodado foi ainda melhor,porque todos nós sentimo-nos chamados a partilhar o momento
Olha Rui não tenho muito jeito para me expressar,mas acho que já dá para fazer uma pequena ideia
FOI REALMENTE MUITO BOM!!!!!!!!

Rui Pedro disse...

muito obrigado, Mila, pela partilha que me faz de novo! Obrigado por essa experiencia, é de facto o Evangelho de Jesus a acontecer; por favor, sinta-me unido a si e aos catequistas na vossa caminhada de Fé.

Anónimo disse...

"Dando Graças em tudo,
Sim, até nesses momentos,
Ao teu Abbá da Vida…"

Obrigado por seres "voz escrita", desse Amor que experimentas. Não te cales nunca, a não ser que o próprio Espírito Santo assim to inspire.

"E fá-lo unido ao teu Senhor,
Aquele que te chamou, que te brilhou(...) Sim, esse Senhor, o Ressuscitado,
O Senhor e Mestre da tua vida,
Que te faz cantar o Canto do Homem Novo…"

Aceito, confio-me nas mãos do Deus revelado em Jesus Cristo, embora com limitações, enganos e muitos falhanços pelo meio, ainda assim não dúvido, nem por um só momento que estou a ser permanentemente, amado, por isso recriado de novo.
Confio-me em Jesus e com ele aprendo a amar, e a dar Graças a Deus Pai em todos os momentos da minha Caminhada (História) humana.
Com Palavras Humanas, digo-te muito obrigado, por esta oração partilhada, a qual sinto (por intuição) que é tão verdadeira, e vinda da tua permanente intimidade com Jesus Cristo. Acredito que de outra forma não seria possivel partilhar em palavras a Palavra.
Obrigado.