domingo, 23 de março de 2008

Esta é a Noite...


Purificai-vos do velho fermento, para serdes uma nova massa, já que sois pães ázimos.
Pois Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. (1Cor 5, 7)

Esta é a noite…
Estes são os dias da Festa, os dias da Vitória do Cordeiro…
Estes são os tempos, a Plenitude dos Tempos, a Nova Humanidade…
Esta é a noite…

Esta é a noite…
Em que acontece a verdadeira Aliança,
A Nova e Eterna Aliança do Cordeiro,
A Aliança definitiva de Deus com a Humanidade…
Esta é a noite…

Sim, esta é a noite mais longa da história da Humanidade,
A noite da Passagem do Mar Vermelho,
A noite em que comemos a toda a pressa,
Porque já está a nascer o dia da libertação…
Sim, esta é a noite…

Esta é a noite,
Em que já não há mais culpa nem pecado,
Em que já nem a morte é tida em conta,
Em que tudo e todos são renovados
Na vitória maior, a mais bela de todas…

Talvez não seja ainda esta noite,
Senhor, Senhor até da morte,
E talvez até já seja esta a noite,
Em que tudo se renova,
Em que o Velho morre,
E o Novo renasce, para ti, para o Pai.

Como aqueles catecúmenos do princípio da tua Igreja, Senhor,
Em que nesta noite tudo mudava, tudo morria,
Tudo renascia na Água daquele Baptismo…
Sim. Talvez já seja esta a Noite…

Oh, bendita a culpa, bendito o pecado,
Melhor, bendito o Projecto, o Sonho do Pai,
Que nos mereceu, que me mereceu tão grande Redentor!

Não quero, não posso aceitar, Senhor,
Que aquela Noite já passou
E que tudo volta ao mesmo.
Sim. Esta é a Noite.
um grande abraço

1 comentário:

MILA disse...

Que a alegria desta PASSAGEM seja eterna.

Um abraço e obrigada por esta partilha