domingo, 15 de Março de 2009

Carta a um Bebé na Barriga da Mãe

Olá! Partilho hoje um texto que utilizamos no Grupo JR-Gaia: trata-se de uma carta a um bebé na barriga da mãe... Partilho-a hoje, e nos próximos dias partilharei também a carta que nasceu do grupo escrita já não ao bebé na barriga, mas ao recém-nascido! Um grande abraço!
Tás aí quentinho na barriga da mamã, não é?
Excuta, vai mas é trabalhar ó! Fazer qualquer coisa de útil prá sociedade!
Ups! Isto era suposto ser uma carta séria! Ok então, vamos lá…

Companheir@:

Estás quase a nascer para uma nova aventura; bem-vindo! Sei que por enquanto não podes escutar nem compreender o que te estou a escrever, mas um dia, quando já tiveres crescido, vais compreender…

Estás a nascer, estás a ser gerado… és fruto do Amor, amig@, é Amor quem te gera, é o Amor quem te vai dar à luz um dia. Tu já vais sabendo muito bem o que é o Amor: para ti, o Amor é a tua mamã de quem recebes tudo o que precisas para nasceres… Estás a nascer, ainda não sabes falar ou comunicar, ainda não percebes nada de coisas que são tão importantes para os adultos como a matemática ou a política. Ainda não tens nada que seja mesmo teu, que tenhas comprado ou conquistado. Só tens o Amor, o calor os nutrientes de que precisas… só tens a Graça da tua mãe.

Sabes o que eu gostava mesmo, companheir@? Não sei porquê, nós esquecemo-nos completamente destes momentos que estás a viver; esquecemo-nos que antes de sabermos ou possuirmos muitas coisas, nascemos do Amor e da Graça… se calhar, esquecemo-nos muito facilmente do que é mais importante e essencial na nossa vida…

Sabes, olho para ti amig@, e vejo o mistério da vida a nascer… não, de longe não és apenas mais um… não és uma peça de fábrica ou um número nas estatísticas… nunca te esqueças, por valor, da tua dignidade! Tens um valor que nem todo o dinheiro do mundo junto podia comprar, acredita! Tenho a certeza absoluta disto! Sabes porquê? Porque és Pessoa…

O que é ser Pessoa, perguntas-me tu. Eu também não te sei responder! Sabes, há coisas que são tão importantes, mas tanto, que levamos toda a nossa vida a aprender… Olha, posso dizer-te alguns segredos deste mistério, alguns truques que eu aprendi e vou descobrindo… Mas tu tens de prometer que guardas segredo, tá?!

Olha, ser Pessoa é aprender a amar e ser amado. Alguns pensam que o mais importante é a profissão que temos, as coisas que compramos, o sucesso que alcançamos… Eu acredito que o mais importante é o Amor… Vê, tu estás a nascer como fruto do Amor dos teus pais, recebes tudo da tua mamã por pura Graça… E depois, quando cresceres, vais também aprender a amar, viver em Aliança, tomar critérios e opções de Amor, muitas vezes através de fracassos e sofrimentos… Por favor, nunca desistas…

Olha, outro segredo é: ser Pessoa é tornar-se Pessoa! Vê que tu próprio não nasces num dia, o teu parto é preparado por 9 meses nos quais te vais formando e crescendo no ventre e no Amor da tua mãe… Do mesmo modo, toda a tua vida, toda a tua história é lento nascimento de uma Pessoa… Tens o desafio mais importante nas tuas mãos, sê o autor da tua história! Por favor, não te deixes demitir, por medo ou preguiça, desta missão: acredita que é o melhor que te pode acontecer, construíres uma vida a sério pelas causas do Amor…

Olha, tinha muitos outros segredos para te contar, mas só te vou dar mais um porque a carta já está a ficar longa… Depois terás outras pessoas que te contarão outros segredos e experiencias… És unic@, original e irrepetível! Nunca houve nem nunca mais haverá, na história da Humanidade, alguém que tenha sido igual a ti. Porque és Pessoa, tu própri@ vais escrever a tua própria história com as tuas próprias opções e com o teu jeito de dançar o Amor… És insubstituível: se não existisses, se não estivesses já a nascer a Humanidade ficava mais pobre…

Como um painel que perdia um azolejo com as suas cores e traços: deixava de ser painel… Sê tu própri@, o que significa que te feches ou lutes contra os outros! Só serás tu própri@, só terá o teu jeito próprio de viver e amar na medida em que com-viveres, na medida em que te relacionas, amas e és amad@… Não estás sozinh@m pertences a uma grande família chamada Humanidade: não deixes de criar laços de amizade e confiança…

Pronto, já chega: podia dizer-te muitos outros segredos que eu também estou a aprender, mesmo até sobre as relações… Talvez até numa próxima carta. Até lá, fico à tua espera: nasce! Nasce para a vida que te acolhe! Não tenhas medo de nascer, tens uns braços à tua espera! Nasce, tens um privilégio e um desafio tremendamente belos: viver, crescer como pessoa. Nasce, fico à tua espera. E um dia, talvez, possamos conversar de coisas bonitas; gostava um dia de te falar de uma pessoa de quem gosto muito, chamada Jesus, de Nazaré. Mas ainda é cedo…

Vou deixar-te com uns truques que um amigo meu escreveu; quando cresceres podes ir ao blog dele: http://www.vidateologal.blogspot.com/ Ele depois explica-te o que é a vida teologal. Até já companheir@, continua a nascer.

O teu amigo. Rui Pedro

Pára e Escuta
Vive sempre no Presente
Saboreia a beleza da Vida
Conquista os teus medos
Arrisca sempre nas opções
Compromete-te nas decisões
Assume os desafios que a vida te propõe
Abre-te ao outro. Não vivas em espiral
Cria raízes profundas de intimidade no Espírito, para sorveres do leito de Deus
Acredita sempre – sempre! que apesar dos teus desencontros e fracassos, és amado(a)
Sê Transparente e Fiel a ti mesmo(a)
Sê Audaz
Sê Livre
Morre bem para que possas Renascer Bem

A Vida continua...e a Obra também...
A OBRA... TUA...
CRESCE... CONTINUA...
CONTINUAS... HOJE... AGORA...

1 comentário:

calmeiro matias disse...

É bom navegar até ao sentido máximo da vida.
Estás a fazer uma caminhada muito bonita.
Obrigado por nos estares a abrir os horizontes do essencial.
Um abraço!
Calmeiro Matias